Nesta seção, publicamos artigos escritos por profissionais da área da saúde, mas também, e principalmente, por mães e pais que viveram a experiência do luto por um filho que morreu ainda bebê. Alguns desses artigos foram traduzidos do inglês ou do espanhol pela nossa equipe e sempre divulgamos o link do original, respeitando todos os direitos autorais.

Se você quiser escrever um artigo para ser publicado neste espaço, entre em contato com a nossa equipe por meio do e-mail [email protected] e daremos a você todas as orientações.

 

 

Utilize os filtros para encontrar artigos em cada assunto

Como fazer com que as propagandas de gravidez parem de seguir você após uma perda

O que fazer quando o Facebook não identifica que uma mulher grávida perdeu seu bebê?   Quando Gillian Brockell retornou para casa do hospital “com os braços mais vazios do mundo”, ela não encontrou escapatória ou consolo nas suas redes sociais. A colaboradora do The Washington Post que deu à luz a seu filho natimorto…

O que eu gostaria de dizer

Hoje eu escrevi para a mãe de uma menina de 22 anos que morreu. Eu gostaria de dizer para ela não acreditar no que dizem aqueles cartões. Aqueles que dizem “o tempo cura” e “Deus só escolhe os melhores” e “que suas tristezas sejam diminuídas”, você só ficará desapontada. Eu gostaria de dizer que esta…

Amor não pode ser medido por semanas

Quando uma mulher descobre que eu perdi um bebê durante a vigésima semana de gestação, normalmente elas se abrem sobre suas perdas, mas reduzem a significância de suas perdas dizendo que elas estavam “somente” de seis semanas, oito semanas, ou x semanas grávidas quando ocorreu a perda. Elas normalmente seguem após o “somente” dizendo algo…

O bebê no espelho

Minha filha, Frances, tem uma brincadeira favorita que brincamos juntas. Chama “Bebê no espelho” e nada mais é do que eu, ou seu pai, a segurarmos para que ela se enxergue no espelho. Ela é fascinada por seu reflexo e, ao mesmo tempo, fica ansiosa e também insegura do que seu bebê-espelho irá fazer em seguida. Eu conheço…

Aborto espontâneo: Cuidem bem de nós

Vou falar hoje de um tema que ninguém fala, e que é tabu. Justamente por isso, podem ter opiniões divergentes da minha, entretanto, ainda assim, quero falar um pouco sobre isso. Falam para nós: quando você ficar grávida só conte após os 3 meses, pois assim ninguém ficará sabendo caso você perca o bebê. Assim,…

Uma carta aberta para uma mamãe feliz da sua amiga mamãe enlutada

Minha querida amiga mamãe, Eu vejo você. Eu vejo a felicidade radiando do seu sorriso amável enquanto você abraça ansiosamente sua preciosa criança. Você esperou um bom tempo pela maternidade; eu sei sem nenhuma duvida que você merece esta felicidade. Nós somos amigas por tanto tempo, dividindo sucessos e fracassos, nos ajudando, rindo juntas… Eu…